NOTA DE PESAR

Ele que era o porta-voz dos carnavalescos, dos adeptos do futebol nas comunidades, o orador de todos os momentos, a mais autêntica CULTURA FLORESTANA. Jarbas Bedor Jardim nos deixou hoje.

Conhecido como “Babau” para os seus familiares, ou simplesmente “Urubu”, para os amigos e integrantes do bloco de carnaval, foi professor, bancário, vereador. Na sua simplicidade, soube desempenhar todas as funções com a competência e a desenvoltura dos sábios.

Na década de 70, foi Mestre de Cerimônia, quando tão bem conduziu e fez brilhar os bailes de debutantes da época, no Grêmio 3 de Julho. Cada palavra pronunciada por Jarbas tinha significado especial e causava emoção aos presentes.

Ainda nessa década foi precursor dos blocos de carnaval de Floresta, quando fundou o “Bloco do Urubu”, cujos integrantes eram, sobretudo, os mais humildes, moradores dos bairros periféricos de nossa cidade.

Como professor, soube lidar com todas as faixas etárias e transmitir os conteúdos de uma maneira ímpar. Incentivou a prática do esporte, em especial, o futebol, aos adolescentes e jovens de todas as comunidades florestanas.

Na função de vereador, soube representar e buscar melhorias para atender o nosso povo. Como ser humano e como cidadão, carregou consigo a bandeira da paz e do amor.

Essas são algumas das peculiaridades que se deram ao longo de toda a sua trajetória de vida. A simplicidade e a alegria de viver fizeram-no mais forte do que quaisquer obstáculos porventura enfrentados.

Através do amor à sua terra natal fez Floresta mais bela, inclusiva e festiva. O seu legado jamais será esquecido. Está escrito nas páginas de nossa história.

Externo o mais profundo pesar à família de Jarbas, especialmente, Lourdinha e filhos.

Prefeitura Municipal de Floresta.
Com o povo, construindo um novo tempo.